Oferecimento:
 
 Menu
 Entretenimento
 Conteúdo
 Entrevistas
 Nossa equipe
 Anunciantes

POSTADA EM: 14/12/2017 às 13h26    POSTADOR: Ricardo Campos ,Editor responsável
Gravação contra irmão do prefeito Diego Teixeira será periciada
O juiz que vai julgar o caso, Netanias Batista de Moura, da Comarca de Amarante, fez a solicitação ao Instituto de Criminalística nesta terça-feira (12).

 FONTE; GIL SOBREIRA DO PORTAL GP1

Falta pouco para o desfecho da ação penal que pode culminar com a condenação do irmão do prefeito de Amarante Diego Teixeira (PP), Gutemberg Isaac Soares Teixeira, acusado de concussão e corrupção passiva, crimes sujeitos a punição de até 12 anos de cadeia.

 

O juiz que vai julgar o caso, Netanias Batista de Moura, da Comarca de Amarante, requisitou nesta terça-feira (12), ao Instituto de Criminalística, laudo pericial feito em um pen drive, cujo conteúdo apresenta arquivo com a gravação de imagem e som do dialogo travado entre o irmão do prefeito e o empresário Edilson Divino Nogueira Parente. Após o recebimento o processo vai para alegações finais.

Entenda o caso

O ex-secretário de finanças do município de Amarante, Gutemberg Isaac Soares Teixeira, foi denunciado pelo Ministério Público à Justiça acusado de ter exigido do empresário Edilson Divino Nogueira Parente o valor de R$ 15.000 (quinze mil reais), para que liberasse o pagamento pelos serviços prestados para o município na limpeza pública. O empresário procurou a Polícia Civil e denunciou os fatos, disse o empresário que era credor da prefeitura e o então secretário exigiu, em 03 de junho de 2014, o pagamento de R$ 15.000 (quinze mil reais), caso contrário “os valores não seriam pagos”.

 

Edilson procurou, ainda, o promotor de Justiça Afonso Aroldo Feitosa Araújo que pediu apoio a Policia Civil em Teresina. No dia 05 de junho a autoridade policial colocou um dispositivo de gravação em forma de botão na camisa do empresário para documentar em vídeo o “acerto exigido”. Na ocasião o empresário foi à repartição e o secretário chamou a vítima até o banheiro da sala de licitação e mostrou um papel que estava escrito “LEIA E NÃO REPITA. O ACORDO É OS R$ 15.000,00 E PRONTO, FALTA A SUA...NAS MÃOS DO MEU PAI E CONFIRMO O OUTRO PG, ME DEVOLVA O...”.

O então secretário de finanças apresentava a exigência, de acordo com empresário, sempre de forma escrita no papel, nunca verbalmente, “pois temia que sua conduta fosse gravada”. No mesmo dia, à tarde, Edilson Divino foi até o comércio do pai do secretário e disse ao senhor Dedé Teixeira que iria entregar uma quantia em dinheiro que deveria ser repassado para o secretário Gutemberg. No entanto ao tomar conhecimento que o dinheiro seria para liberar o pagamento de serviços prestados pelo empresário o senhor Dedé Teixeira se negou a receber.

Outro lado

 

Procurado na tarde desta quarta-feira (13), Gutemberg Isaac Soares Teixeira não foi localizado para comentar o caso. O GP1 está aberto para esclarecimentos.



COMENTÁRIOS


 
LINK - ESPALHE POR AÍ!
 
.:: Mais Notícias sobre Policia
14/12/2017 Gravação contra irmão do prefeito Diego Teixeira será periciada
13/11/2017 Metrô atinge veículo em passagem de nível no Parque Itararé
21/09/2017 Delegacia de Crimes Virtuais registra cerca de 360 casos por ano no Piauí
  Curta o nosso facebook!
  Mais visualizadas
Obama diz ter trocado cartas com novo presidente do Irã
Prefeito Valdivino Nepomuceno recebe equipe do governo estadual.
Público lota final do Campeonato de Futebol Society
Mega sena acumula e prêmio chega a R$ 32 mi
Bruno Senna não sumiu: vai ser piloto de fábrica da McLaren

  Anunciantes

  Twitter

  Agenda

nenhum registro encontrado!

  •  https://www.facebook.com/pages/Amarantenet/151889691549793  
  •  amarantenet@live.com   

PARCEIROS


© Copyright 2003/2018, Amarantenet - Maior Portal do Médio Parnaíba - Todos os direitos reservados.