Domingo, 05 de Julho de 2020 10:25
86 99574-7256
Polícia POLÍCIA

Taxista é amarrado por passageiro em sequestro relâmpago no Piauí

O taxista foi deixado na BR-222. Ele conta que o bandido, que fingiu ser passageiro, tinha contratado uma viagem de Piripiri-PI para Tianguá-CE.

13/06/2020 12h19 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: cidadeverde.com
Taxista é amarrado por passageiro em sequestro relâmpago no Piauí

Um taxista de 51 anos de idade foi vítima de roubo e sequestro relâmpago dentro do seu próprio veículo após pegar um passageiro na cidade de Piripiri, no interior do Piauí. A vítima contou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que ficou cerca de 2 horas em poder dos bandidos e chegou a desmaiar. Após o crime, ele conseguiu se comunicar com um filho porque tinha um celular reserva. 

O taxista foi deixado na BR-222. Ele conta que o bandido, que fingiu ser passageiro, tinha contratado uma viagem de Piripiri-PI para Tianguá-CE. 

"O passageiro pediu que o taxista parasse o veículo, momento em que, outros dois homens chegaram em um veículo GOL, rendendo-o em seguida. Os policiais foram acionados, através do número de emergência 191, por um filho da vítima. Uma equipe de policiais que realizava trabalho de fiscalização na BR-222, localizou o taxista que estava no banco traseiro de seu táxi. Os policiais encontraram o homem amordaçado e amarrado pelos pulsos e pernas pelo cinto de segurança do veículo", conta Alexsandro Lima, assessor de comunicação na PRF-PI.

O taxista declarou que teve o celular e uma certa quantia em dinheiro roubados, mas conseguiu se comunicar com o filho através de um celular reserva. Bastante debilitado, ele foi levado ao Hospital Regional de Piripiri.

A PRF trabalha com a hipótese de sequestro relâmpago e realiza diligências no sentido de localizar e prender os sequestradores. 

O taxista deve prestar mais informações à Polícia Civil em Piripiri. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias