Domingo, 05 de Julho de 2020 11:58
86 99574-7256
Polícia POLÍCIA

Ex-prefeito de Flores do Piauí, Máximo Ribeiro é preso por triplo homicídio

Ele estava foragido desde a data da expedição do mandado de prisão, 17 de agosto de 2016. O crime ocorreu em 23 de janeiro de 1994.

19/06/2020 16h59
Por: Redação Fonte: GP1
Ex-prefeito de Flores do Piauí, Máximo Ribeiro é preso por triplo homicídio

O ex-prefeito de Flores do Piauí, Máximo Ribeiro de Sá, foi preso na manhã desta sexta-feira (19), no município de Jacareacanga, no estado do Pará, durante cumprimento de mandado de prisão preventiva. Ele e o ex-vereador Sonaldo da Costa Moura são responsáveis por um triplo homicídio, ocorrido no município de Flores do Piauí no ano de 1994.

Máximo Ribeiro de Sá, que estava foragido desde a data da expedição do mandado de prisão, em 17 de agosto de 2016, foi preso pela Polícia Civil do Pará, através do delegado Rennan Vianna, a partir de informações da Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR-LD), coordenada pelo delegado Ferdinando Martins, da Polícia Civil do Piauí.

 

Máximo Ribeiro de Sá foi condenado pelas mortes dos irmãos Yure Gargarim de Oliveira Rego, 23 anos, José Vasconcelos de Oliveira Rego, 22 anos, e o tio deles, Carlos Marcelo Vieira de Oliveira, 24 anos, ocorrido durante uma confusão em um bar no município de Flores do Piauí em 23 de janeiro de 1994.

Na ocasião, Carlos Marcelo Vieira de Oliveira estava no bar, quando teve início uma discussão com o ex-prefeito. Carlos Marcelo deixou o local e foi em direção à praça, no momento em que o ex-prefeito Máximo Ribeiro de Sá efetuou um disparo e o matou em via pública. Em seguida, Yure Rego e José Rego tentaram socorrer o tio, mas acabaram sendo assassinados também.

O segundo condenado por participação no crime, o ex-vereador Sonaldo da Costa Moura, acabou sendo preso na última segunda-feira (15) ao se apresentar na Delegacia Regional da Polícia Civil de Itaueira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias