Segunda, 03 de Agosto de 2020 08:24
86 99574-7256
Dólar comercial R$ 5,22 1.151%
Euro R$ 6,14 +0.582%
Peso Argentino R$ 0,07 +1.262%
Bitcoin R$ 61.944,68 -1.79%
Bovespa 102.912,24 pontos -2%
Cidades Economia

Bares, academias e educação serão os últimos a voltar no Piauí; veja cronograma

A retomada das atividades econômicas no estado foi dividida em três grupos, cada um com momentos diferentes de flexibilização, confira abaixo o planejamento completo.

08/07/2020 17h56
Por: Redação Fonte: G1 PIAUÍ
Bares, academias e educação serão os últimos a voltar no Piauí; veja cronograma

O Governo do Piauí divulgou, nesta quarta-feira (8), o cronograma detalhado para a retomada das atividades econômicas no estado. O planejamento foi regulamentado em um novo decreto, assinado nessa terça-feira (7), no qual o governador Wellington Dias (PT) prorrogou o isolamento social até setembro.

A cronograma estabelece a flexibilização das medidas de isolamento e de restrição das atividades e reforça que todo o processo se dará de forma gradual e segmentada. Veja detalhes abaixo

No decreto, o governador declarou que em caso de crescimento da transmissibilidade da doença ou aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI, o governo poderá rever a flexibilização e adotar medidas mais rigorosas.

 

“Estamos apresentando um cronograma de várias etapas para a retomada de todas as atividades econômicas no estado, mas isso não significa que a pandemia e o isolamento acabaram", disse Wellington Dias.

 

O governador afirmou que nesse momento é preciso ter ainda mais cuidado e prudência para "não jogar todo o trabalho que foi feito até agora por água abaixo".

"É de extrema importância que a população colabore para que não sejamos obrigados a dar um passo atrás. A segurança dessa retomada depende da atitude de cada um. Ninguém deve sair de casa se não for necessário. O isolamento continua”, ressaltou.

O cronograma

 

A flexibilização tem três classificações feitas com base no impacto econômico e depende do risco epidemiológico, que será avaliado de acordo com as regiões do estado e a situação de cada uma com relação à situação da rede de assistência à saúde.

Caso a transmissibilidade da doença cresça ou ocorra aumento da taxa de ocupação de leitos de UTI, o governo afirmou que pode haver regressão da flexibilização para níveis mais rigorosos, em que só atividades essenciais serão permitidas.

“Cada ponto desse fluxo de flexibilização será analisado semanalmente para que qualquer sinal de piora no cenário, possamos agir rapidamente”, explicou o secretário de Estado do Planejamento, Antônio Neto.

Retomada das atividades divididas de forma organizada:

 

  • Grupo I – flexibilização em 4 momentos (06/07 – 13/07 – 20/07 – 27/07)
  • Grupo II – flexibilização em 2 momentos (10/08 – 24/08)
  • Grupo III – flexibilização em 2 momentos (08/09 – 22/09)

 

 

Grupo I: atividades consideradas de alto impacto e suas atividades correlatas: indústria de transformação e extrativa, construção civil, comércio, agricultura, pecuária e produção florestal. Foram acrescidas as atividades de saúde humana e animal dada sua relevância para a sociedade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias