Sexta, 07 de Agosto de 2020 12:10
86 99574-7256
Polícia POLÍCIA

SEDUC-PI FOI ‘VISITADA’ PELA PF QUATRO VEZES EM DOIS ANOS

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PIAUÍ TEM SIDO ALVO CONSTANTE DA POLÍCIA FEDERAL DESDE AGOSTO DE 2018

29/07/2020 17h12
Por: Redação Fonte: POLITICADINAMICA.COM
SEDUC-PI FOI ‘VISITADA’ PELA PF QUATRO VEZES EM DOIS ANOS

A Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) foi alvo de quatro ações da Polícia Federal em dois anos. É uma média de uma operação a cada seis meses. 

No dia 2 de agosto de 2018, a PF juntamente com o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria-Geral da União (CGU), deflagraram a Operação Topique, que investiga um robusto esquema criminoso no serviço de transporte escolar do Piauí. A sede da Secretaria de Educação foi um dos principais alvos de buscas naquela ocasião.

Em 20 de março de 2019, a Seduc voltou a ser alvo de buscas pela Polícia Federal na Operação Boca Livre, que apura fraude em processo licitatório realizado pela pasta e a contratação com sobrepreço na compra de merenda escolar. Segundo a PF, os recursos desviados são do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Dinheiro da merenda.

No dia 25 de setembro de 2019, a PF deflagrou a segunda fase da Operação Topique, esta denominada de Operação Satélites. Nesse desdobramento da Topique, os agentes não chegaram a ir até a Seduc, mas sim na Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). Embora a investigação fosse sobre o esquema na educação, o alvo do mandado estava na Seinfra. Era Pauliana Ribeiro de Amorim, ex-Seduc que estava lotada na Seinfra naquele momento. Na mesma ação, a Polícia Federal também cumpriu mandado no Palácio de Karnak.

Em 30 de outubro de 2019, uma viatura da Polícia Federal foi até a Seduc. A ação foi isolada e não chegou a ser uma operação. Os agentes foram apenas cumprir um mandado de busca e apreensão no setor de informática da secretaria. Na ocasião, a PF buscou informações sobre e-mails funcionais e dados dos investigados na Operação Topique.

A mais recente visita da PF à Seduc aconteceu na última segunda-feira (27). A terceira fase da Operação Topique foi deflagrada e os agentes federais voltaram a causar alvoroço no Centro Administrativo do Estado. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos e vários documentos apreendidos na sede da Secretaria de Educação.

Portanto, foram quatro idas à Seduc e uma na Seinfra, que fica ali pertinho. Segundo a PF, o grupo criminoso na Educação continua a agir mesmo após a deflagração das duas primeiras fases da Operação Topique. Pelo que se observa da grandiosidade do esquema de corrupção e da Operação, a Seduc deverá receber novas visitas da PF. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias